28 fevereiro 2017

Resenha: Mar da Tranquilidade - Katja Millay

Título: Mar da Tranquilidade
Autora: Katja Millay
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 368
Sinopse:

Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar.
Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida.
À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.
Eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal, Mar da Tranquilidade é uma história rica e intensa, construída de forma magistral. Seus personagens parecem saltar do papel e, assim como na vida, ninguém é o que aparenta à primeira vista. Um livro bonito e poético sobre companheirismo, amizade e o milagre das segundas chances.

Confesso que no início tive dificuldades de dar continuidade a leitura, mas resolvi dar uma chance e não é que me surpreendeu de forma super positiva.

Nastya Kashnikov, recém mudou para casa da sua tia e mesmo escondendo as marcas do passado, todos notam o quanto algo de errado há com ela devido suas roupas serem tão chamativas e a forma rebelde de lidar com as situações. Mas esses sentimentos tendem a modificar quando em seu caminho surge Josh Bennett, um rapaz cheio de marcas, mas que passa horas do seu dia a dia fazendo móveis, hábito que adquiriu com seu pai.
Esse rapaz ainda conta com a amizade de Drew, mas é temido por alguns na escola.

A história conta com uma narrativa intercalada e já gosto bastante por poder me conectar mais com os personagens principais.
Ambos têm muitas coisas em comum, o fato de serem marcados por assuntos e tragédias familiares, que resultaram em barreiras para que outras pessoas não pudessem entrar em suas vidas. Resultando em uma Nastya rebelde e perdida, e um Josh com dificuldades de realmente seguir em frente.

“E se meu mar de tranquilidade fosse verdade, seria este lugar aqui, com ele.”

Um ponto alto do livro, é o mistério gerado em torno de Nastya que carrega um segredo e até ser revelado prende o leitor.
A leitura que inicialmente foi arrastada, depois ganhou força, o que foi até normal por se tratar de uma narrativa bem complexa, e que apesar do drama tem seus encantamentos.
Um livro para se pensar, não apenas nas questões abordadas, mas nos leva a um amadurecimento de questões familiares, do ser humano, de como dar a volta por cima e se manter feliz diante de tantos dramas que a vida nos impõe.

“Agora estou tentando ver a magia dos milagres cotidianos: o fato de que meu coração continua batendo, de que consigo levantar os pés da terra para caminhar e de que há algo digno de amor. Sei que coisas ruins ainda acontecem. E às vezes ainda me pergunto porque estou viva, mas agora, quando pergunto, tenho uma resposta...”

Com uma capa instigante, esse livro foi a primeira obra da autora que tive contato e encontra-se disponível em todas as livrarias pela editora Arqueiro.







17 comentários:

  1. Eu estou com esse livro para ler, mas não sei pq até hj não fiz kk Depois dessa resenha MAra me deu vontade de devorá-lo kk

    ResponderExcluir
  2. Eu já estava com vontade de ler esse livro, depois da sua opinião vou ler correndo! Rsrs É bom já saber que a leitura apesar de arrastada no início ganha força ao longo da narrativa. Gosto de enredos que promovem discussões e trazem um amadurecimento tanto para os personagens quanto para nós. A capa é muito bem bolada, e histórias com uma pitada de mistério sempre nos instigam a chegar no final mais rápido. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  3. Ca também demorei no início mas depois engrenei a leitura e gostei muito.
    Esse é um daqueles livros bem reflexivos e curto muito esse tipo de leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Tenho esse livro na estante e ainda não peguei pra leitura.
    Gostei de saber que vale a pena a leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Estou bem interessada nesse livro, desde que li a primeira resenha dele. Sei que vou gostar muito da narrativa, adoro livros onde os personagens cresce, se desenvolvem e amadurecem durante a história.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro faz um tempinho e gostei muito da história criada, pois a mesma é bem emocionante e traz um bom mistério sobre Nastya que me conquistou. Enfim, fico feliz em ver que você também curtiu a leitura.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas fiquei interessada em ler.
    A premissa é bem interessante e fiquei curiosa para saber qual é o mistério em torno da protagonista. Que bom que, apesar da leitura ser um pouco arrastada no início, você acabou gostando.
    Adorei sua resenha e fiquei bem curiosa para ler o livro. Já anotei na minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. faz bastante tempo que eu namoro esse livro, pois a sinopse e a capa me chamam muita atenção. eu nunca tinha lido uma resenha positiva, então a sua voltou a me motivar na leitura desse livro. vou me arriscar e espero que seja uma ótima leitura para mim. estou muito curiosa sobre esse grande segredo da protagonista. bjs

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?
    Já ouvi falar muito desse livro, mas não tenho muita vontade de ler ele! É vergonho pra mim admitir,mas, eu demorei um século pra perceber que tinha dois rostos na capa...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Já li algumas resenhas desse livro e todas elas muito positivas. Sobre o começo arrastado confesso que é uma ideia que o titulo do livro me passou hehehe mas fico feliz em saber que ao decorrer do mesmo a leitura se desenvolve. Ele já está na minha lista de leituras. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Camila.
    Também gosto de livros que tem a narrativa intercalada, acho que isso faz com que fiquemos mais próximos dos personagens.
    Mesmo que o livro comece de forma lenta, que bom que ganha velocidade no decorrer da trama.
    A capa é mesmo linda.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Mar da Tranquilidade é um dos meus livros favoritos da VIDA. É pura lição de vida, de escolhas a leitura. Bendito dia que ouvi o bate papo com a Colleen Hoover e ela citou esse livro <3 Amo demais o Josh e a diferenciada Nastya. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Eu tenho esse livro em casa mas ainda não li! Quem leu foi minha mãe acredita? Rsrs
    Ela gostou muito no geral tb, mas sentiu dificuldades em algumas partes mais paradas.
    Eu amo o gênero, então está na fila!

    Bjus

    ResponderExcluir
  14. Eu tenho este livro faz um tempinho e sou louca para ler. Pois dizem que é aquele drama que te envolve e pega seu coração de jeito.Haha. Amo um bom drama. Fico feliz que tenha te surpreendido e me deixou mais animada para ler logo.

    abraços

    ResponderExcluir
  15. Confesso que esses new adult não chamam muito a minha atenção com suas historias de traumas e frieza no coração dos personagens, parece um pouco clichê demais para mim, por isso passo a dica de hoje

    ResponderExcluir
  16. Oie tudo bem?

    Eu conhecia esse livro, mas não tinha a menor ideia sobre o que ele se tratava e agora estou um pouco surpresa e curiosa.
    Acredito que eu possa sim gostar da história!
    Anotei a dica e vou pesquisar um pouco mais sobre ele.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Oi Camila,
    esse livro ainda não peguei pra ler e tenho muita vontade de conhecer desses protagonistas.
    Parece ser bem dramático, vou dar uma chance e aproveitar pra ler logo.
    Bjs

    ResponderExcluir

© Book Obsession - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo