01 maio 2017

Resenha: O Duque e Eu - Os Bridgertons #1 - Julia Quinn

Título: O Duque e Eu - Os Bridgertons #1
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 288
Sinopse:

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.




A família Bridgerton conta com oito irmãos, sendo eles: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth.
Violet Ledger, a matriarca dessa esplêndida família acabou por nomear seus filhos, de forma bem curiosa, em ordem alfabética.

No entanto, nesse primeiro livro, não conheceremos a história de Anthony e sim de Daphne, a quarta filha e irmã mais velhas entre as mulheres, que agora está na fase dos bailes que são abertos todos os anos em suas temporadas afim de arrumarem um pretendente para casarem.

“Eu quero um marido. Uma família. Não é tão bobo quando se pensa nisso. Sou a quarta de oito filhos. Só conheço famílias grandes. Não sei se saberia existir fora de um.”

Dona de uma beleza incomparável e de uma inteligência peculiar, bem como traquejo e desenvoltura para os mais diversificados assuntos, atraí sempre atenção dos rapazes, porém os mesmos acabam vendo-a como uma amiga. Violet assim, todo ano incansavelmente busca um esposo para sua filha, o problema todo é que as vezes são velhos demais, chatos demais e não gera interesse na jovem.

Em meio a temporada e no auge do burburinho vamos nos inteirando dos assuntos da cidade com as Crônicas de Lady Whistledown, escritora do jornal e com uma coluna de fofocas que atiça os arredores da cidade, mas o melhor na trama é que sua identidade é desconhecida e esse mistério nos empolga ao longo da leitura. Como ponto positivo destaco a cada início de capítulo com alguma citação dessa coluna que certamente divertirá o leitor assim como dei várias risadas com os comentários inusitados para a época.

“Homens são como ovelhas. Aonde um vai, logo os outros vão atrás.”

Simon Basset, um belo partido, rico, com fama de libertino, acabou de chegar na cidade após passar anos viajando pelo mundo, mas se torna o sonho de consumo de muitas mulheres pela atual posição, afinal qual delas não iria querer casar com um duque.
Com todo o rebuliço da sua estadia na cidade e aparições em alguns bailes, as mães dessas jovens só têm um propósito: casarem uma de suas filhas com esse homem. E quando Simon conhece Daphne de forma inusitada em seu primeiro baile, a irmã de seu amigo Anthony, acaba fazendo a moça uma proposta para que ela o ajude a afastar as casamenteiras da região, pois se uma coisa é certa, Simon não deseja selar o matrimônio com ninguém.
Então ela topa fingir que ele está cortejando ela publicamente e deixa Violet encantada, animada com sua filha estar com alguém, mas leva a Anthony a ameaçar Simon caso não leve a sério seu compromisso. Mas o destino pode trair os seus desejos e dar uma forcinha para juntar esses dois.

Como vimos no início, Simon, o duque de Hastings, carrega marcas do passado no que se refere ao âmbito familiar e por isso tem dificuldades em dar vazão aos sentimentos que vem nutrindo por Daphne. E o desenrolar dessa bela história você fica sabendo ao ler O Duque e eu.

Julia Quinn nos encanta com esse primeiro livro e com essa família tão diversificada. Seus personagens são fortes, destemidos e a frente do seu tempo. Um romance de época rico em detalhes, com uma leitura e linguagem fáceis de serem interpretadas pelo leitor, além de cenas divertidas, diálogos inteligentes e com uma pitada de drama nos deixando com gostinho de quero mais.

A notícia boa é que a série está completa e disponível nas livrarias e sites de todo país pela editora Arqueiro.
O livro conta com uma capa charmosa, mas eu já tenho a minha preferida, a diagramação é simples, o tamanho da fonte é agradável pra leitura.

Os Bridgertons foi a primeira série de romance de época que li em 2014 e desde então é o meu gênero preferido para leitura. Sem dúvidas Julia Quinn me arrebatou!
Então se você quer começar a se aventurar no gênero, sem dúvidas alguma eu lhe indico essa série espetacular!







15 comentários:

  1. Olá! Ainda não li nenhum livro da Julia Quinn. Mas já li tantas resenhas que tenho curiosidade, ela está encantando muitos leitores. Muito bom mesmo quando os personagens são fortes e destemidos. Uma coisa que me faz fugir de romance de época é a linguagem, saber que esse tem uma linguagem fácil me atrai. Que bom que o romance é rico em detalhe e com diálogos inteligentes. Que bom que você gostou. Anotei a dica. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dayane!
      Assim que tiver oportunidade leia. Julia Quinn nos atrai com a leveza da sua escrita e pra você que quer iniciar essa sem dúvidas é a melhor das séries.
      Vale a pena!
      Beijos!

      Excluir
  2. Eu amo romances de época e estuo louca para ler essa série desde o lançamento. Acho a capa desse volume linda e adorei a sua resenha e saber a sua impressão com a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz!
      Assim que puder leio, tenho certeza que você vai se encantar com Os Bridgertons!
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?
    Owmmm Os Bridgertons <3 Não tem como não amar essa familia não é mesmo?
    Eu li toda essa serie e preciso dizer que é dificil escolher o melhor livro. A Daphine e o Simon são uns amores, apesar da vontade que a gente tem de matar o Simon no inicio da história.
    Amei a sua resenha e vou acompanhar o blog para ler a resenha dos proximos livros da serie
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Faby!
      Que bom que gostou e obrigada pela visita. Com certeza Os Bridgertons vão melhorando a cada livro, claro que eu tenho meu favorito e em breve conto aqui no blog qual é.
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Bridgertons é um AMOR. Adoro demais e foi o que me fez conhecer o gênero que hoje é um dos meus favoritos. De fato, todos devem ler <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol!
      Com certeza, acho que todos que querem iniciar nesse gênero, Os Bridgertons são sem sombra de dúvidas os melhores anfitriões.
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Camila
    A Julia Quinn dispensa comentários. Suas séries são espetaculares.
    Quero muito ler sua resenha sobre meu xodó Colin
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá Camila!

    Essa série dos irmãos Bridgertons é tão falado que se me interessasse mais por romances de época teria lido com certeza, mas ainda não descartei a possibilidade de lê-los ( quem sabe num futuro bem próximo?), pois já li alguns romances de épocas e quando é bom, como acredito que deve ser o caso dessa série, é uma delícia de se ler mesmo.

    Obrigada pela dica e parabéns pela resenha!
    Beijos,

    Priscilla Monteiro,
    http://www.facesemlivros.com/2017/05/em-algum-lugar-nas-estrelas-clare.html

    ResponderExcluir
  7. Sou louca pra ler os livros da Quinn, mas ainda não consegui, acrdita?
    Já me disseram que esta série é maravilhosa e é por ela que eu quero começar.
    Quando ela veio aqui no Rio... aqui pertinho da minha casa, eu fiquei maluca e me perguntando porque eu ainda não havia lido nada dela.
    Adorei sua forma de falar sobre o livro. Resenha super bem escrita! É isso, ai garota!

    Beijoooo!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  8. Eu cheguei a começar a ler esse livro, mas não conclui, pois, infelizmente, o gênero não funcionou comigo. Tentei também outros, de outras autoras, mas não rolava. no entanto, raras as exceções em que a narrativa das autoras eram ruins, Júlia é desas, com uma mão boa para escrita.

    ResponderExcluir
  9. Eu estou doida para começar a ler romances de época, e já peguei a dica de começar por esse.
    Muito boa sua resenha, adorei.

    ResponderExcluir
  10. Ahh como não amar Os Bridgertons, me diz?
    De todos Colin é meu preferido.
    Quero ler sua resenha sobre ele.

    ResponderExcluir
  11. Oi camila, sua linda, tudo bem?
    Eu comecei a ler a segunda série da autora que a Arqueiro lançou agora e estou adorando. Mas depois de tantos elogios, pretendo ler essa série logo a seguir. Adro quando temos uma família e a cada livro temos a história de um dos irmãos. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Book Obsession - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo