09 julho 2017

Resenha: Volúpia de Veludo - As Modistas #3 - Loretta Chase

Título: Volúpia de Veludo - As Modistas #3
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 320
Sinopse:

Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar.
Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos.
Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie?
Volúpia de veludo, terceiro livro da série As Modistas, é uma história de amor envolvente, com personagens femininas fortes e determinadas que transitam com perfeição entre o romantismo e a sensualidade.




As irmãs Noirot estão de volta!

Em Volúpia de veludo vamos conhecer mais de Leoni Noirot. A irmã que cuida das finanças do ateliê, junto com elas, se vê na posição de segurar as pontas uma vez que Marcelline precisa ficar em repouso devido a gravidez e Sophia ainda curtindo a lua de mel, também precisa ficar longe dos holofotes depois dos últimos acontecimentos. Sobrando então para ela cuidar de tudo.
Focada em seu trabalho, Leoni precisa conquistar as clientes e atraí-las para o ateliê, mantendo as encomendas e vestindo as damas da sociedade.

“- Sou uma proprietária de uma loja, milorde. Não tenho sensibilidade romântica.”


A vítima da vez é lady Gladys, que precisa gostar de Leoni e ainda deixa-la ousar, pois se tem uma coisa que a bela sabe é que se uma vez que vesti-la de forma que seus atributos fiquem realçados, certamente encontrará um pretendente.
Gladys tem um humor bem ácido e não poupa as palavras na hora de realizar um comentário inoportuno, e a missão de Leoni não será muito fácil. Mas, determinação é o que não falta para essa irmã Noirot.

Em meio a essa corrida, Leoni pode ter uma distração inesperada, quando Simon Fairfax, o marquês de Lisburne aparece em seu caminho disposto a seduzi-la e não vai medir esforços para colocar em prática suas artimanhas de sedução. E mesmo não acreditando em contos de fadas e tendo a certeza de que jamais viveria um, o desejo e a paixão por Simon podem leva-la por caminhos desconhecidos.

“Ele estava mexendo com seus sentimentos. Estava despertando nela desejo. Ela – a irmã Noirot sensata, que tinha os dois pés plantados com firmeza no chão – havia de alguma forma permitido que ela a transformasse em uma idiota sonhadora.”


Loretta traz uma irmã curiosa e faz referências da obra de Botticelli pelo ponto de vista de Leoni. Um amplo acervo de pesquisa compõe a trama e a autora traz no final do livro notas sobre cada uma delas. Também como característica dos livros anteriores fica evidenciado a importância e a força da mulher em conseguir um lugar de destaque na sociedade através do esforço do seu trabalho e a luta da mulher naquela época por independência.
Apesar de adorar a escrita e considera-la como uma das dez melhores autoras de romances de época estrangeiro, o primeiro livro ainda é o meu favorito. Tive um pouco de dificuldades em me conectar com a narrativa que ficou bem arrastada no início. Mas à medida que os capítulos avançaram a leitura fluiu e foi bem proveitosa. 

“Ela estava tão linda que ele poderia ter caído em lágrimas. Era uma poesia viva. Fazia amor como poesia. E eles combinavam como os versos de um poema perfeito.”


Com diálogos inteligentes, um toque de humor e os personagens secundários foram os grandes destaques da história. Confesso que gostaria de ler mais de lady Gladys e lorde Swanton.

A edição da editora Arqueiro seguem os padrões, que diga-se de passagem são de extremo bom gosto com vestidos que fazem referências aos títulos de cada livro.

Não vejo a hora de conferir Romance entre rendas, o quarto e último livro da série As modistas e que contará a história de lady Clara Fairfax.









3 comentários:

  1. O que mais me interessa nesses livros é a narrativa envolvente e esse humor que faz toda a diferença. Gostei da sua resenha e tô louca pra conhecer essa autora!

    Beijos,
    Livros que Li

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que a leitura fluiu depois do início, não é mesmo? Eu não conhecia a série, mas assim que possível pretendo conhecer a escrita da autora. Adorei a capa!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Tenho um pé atrás com Romances de Época, não me perguntem o motivo. Mas sabe que esse até me chamou a atenção? Fiquei bastante curiosa com esse "toque de humor" que vc comentou, quem sabe eu não dê uma chance?

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© Book Obsession - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo